domingo, 9 de outubro de 2011

RAPEL NO PARQUE PEDRA DA BOCA-PB

Fim de semana passado realizamos mais uma aventura.Pena que dessa vez o "malinha" não foi junto.
Explico: Fomos descer de Rapel  e devido a dificuldade da trilha escolhida e do local para a descida ele infelizmente teve que ficar de fora dessa vez. Na próxima já  decidi que ele vai poder ir..pelo menos para "assistir",né? rs.

Bom,para a nossa aventura escolhemos para o lindo Parque Estadual Pedra da Boca,na Paraíba-PB.
Nosso grupo entrando na trilha.Por  trás a Pedra da Boca
Estava super empolgada com a possibilidade de  mais uma trilha(coisa que sou apaixonada),a descida do rapel que é algo maravilhoso,e de quebra belas paisagens para exercitar minha paixão pelas fotos.Tudo junto de uma vez só..tem coisa melhor?
Saímos cedo,as 4:00 h da manhã e após 2 horas de viagem chegamos na Paraíba.O Parque é super frequentado por esportistas.Por lá nos encontramos com outros praticantes de rapel,escalada,Montain bike e trilheiros!!! :-)
Na entrada do parque a modesta placa dá um aviso muito importante!!Adorei!!!
O Parque fica bem na divisa do estado do RN com a PB e tem 157 hectares,muito verde e rochas enormes e paisagens de tirar o fôlego!!

Esta é a Pedra da Caveira. Perfeição da natureza sem o toque do homem!! 
Fora a famosa pedra da Boca (obviamente tem esse nome porque tem uma fenda que lembra uma enorme boca  aberta),tem a pedra da Caveira e a da Santa,onde tem uma gruta com uma imagem de Nossa Senhora que foi colocada lá,transformando o local em uma enorme capela de pedra.Lindo.

Porém chegar em nenhuma delas é moleza.Na entrada do parque tem uma área para campistas com restaurante e ponto de apoio e encontro para quem vai entrar no parque!!!Começamos nossa trilha e olha..eu tô acostumada com trilhas e digo que não foi  moleza não,rs.
 Entramos na trilha  era umas 6:30 da manhã e paramos para explicações sobre nossa descida.Depois de uma trilha de subida nas rochas que levou  quase 1 hora em trechos de uma dificuldade mais alta.Sem falar que de fato tem trechos muito perigoso,de escalada mesmo..inviável para crianças e/ou   inexperientes.
Por isso dessa vez meu malinha não pode ir.Para ele ir, teríamos que escolher outra trilha e um local de acesso mais fácil para a subida.Nunca digo que nada é impossível para as crianças.É tudo uma questão de adaptação!!!
A quantidade de espinhos e urtigas nas rochas que existem no parque também atrapalha,por isso é importante a proteção de roupas adequadas, meias grossas,tênis ou bota antiderrapante e casaco ou jaqueta.
Após uma hora  de subida,descanso merecido e pausa para apreciar a vista!!!!

E com essa proteção toda,ainda assim em uma subida fui usar um galho de apoio,e o resultado? dois espinhos gigantes na minha mão..Foi bobeira minha,descuido mesmo.Retirei lá mesmo e seguimos em frente.A vontade de descer era maior que tudo!

Checagem do nosso  material
Eis aí também a importância de levar um kit de primeiros socorros com material para cortes,queimaduras e um bom canivete.Foi um deles aliás,que quebrou meu galho e me ajudou a retirar os espinhos.Adoro esse jeito"Rambo" de viver...hahaha!

Ainda enfrentamos uma chuva chata que tentou atrapalhar nossa descida. Estávamos la no topo da pedra,o jeito foi sentar,tentar esconder o material pois as cordas não podem molhar senão nada de rapel.Por sorte foi um rápida e fraco chuvisco.Alias,segurança aqui é uma coisa que tem que ser levada muito,muito e  muito a sério.Qualquer descuido pode ser sim fatal.Equipamento tem que estar 100% checado e re-checado.Além do nosso material,kit de primeiros socorros, rádios de comunicação,levamos  lanche e água.Tudo pronto?
Vamos descer!! A sensação é indescritível!
A descida foi tranquila e muito boa..uma adrenalina incrível e uma sensação muito boa de liberdade,de mais um sonho conquistado(no meu caso,rs) e de uma nova paixão..sim,porque me apaixonei pelo negócio.
Eu descendo..pena que não da pra ver minha cara de alegria total!!! 
O passeio conseguiu reunir várias coisas que gosto em uma só: trilhas,integração absurda com a natureza,esporte e uma "adrenalinazinha" básica...Diria que só tem um defeito: vicia!!


E pensar que nossa vida tá toda aqui,dependendo desse gancho!!hahaha
Pausa para o lanche lá em cima mesmo(lixo devidamente guardado para ser descartado depois,óbvio!),e retornamos era quase meio dia!!!Na descida um susto:um homem de outro grupo que fazia escalada caiu lá de cima e mesmo estando preso pela corda de segurança se chocou contra a pedra e machucou o pé.Saiu carregado pelo amigo.Uma pena,mas ainda bem nada de grave.

 E A CRIANÇADA,FICA ONDE NESSA HISTÓRIA???

Na entrada do parque é possível ver várias fotos de equipes praticando diferentes modalidades e uma delas me chamou atenção: um grupo de crianças fazendo escalada e rapel.Com todo o equipamento e super direitinho.Claro que não fazem a trilha mais difícil nem uma escalada de alta dificuldade como foi nosso caso, é mais uma brincadeira e uma familiarização com o equipamento e com o esporte.Achei lindo! :-)
E pra quem tá me chamando de louca,lhe digo que é possível sim a criançada radicalizar e rapelar a vontade..Olha que coisa mais linda e maravilhosa essa criançada fazendo rapel nessa matéria que achei nesse blog fantástico.Aos interessados que morem em Vitória,dia 22 de Outubro terá um rapel especial para crianças.Confira no link abaixo!!! Precisa dizer que fiquei louca para levar o Enzo lá???


Eu ouvindo as ultimas instruções e começando a descer!

Bom,o passeio foi maravilhoso e deixou um gostinho de quero mais..em breve conto pra vocês da nossa próxima aventura!

Lembrando que se você tiver vontade de fazer rapel ou escalada  jamais se aventure sozinho.Procure um grupo na sua cidade que seja bem preparado e que use material de primeira qualidade.Qualquer descuido ou economia nesse aspecto NÃO vale a pena.É a sua vida que está em jogo!!!!

Maiores informações sobre o esporte confira:

http://www.planetavertical.com.br/
http://www.trilhaseaventuras.com.br
http://www.oscobrasonline.com/rappel.htm

23 comentários:

Ju Dalzoto disse...

Mas como é aventureira mesmo essa minha amiga, gente!!!
Guria, que aventura hein?!
Não é pra mim... mas admiro tto quem gosta e quem tem coragem de fazer.
Achei lindas as imagens, realmente a natureza é perfeita e tem cada obra de arte de tirar o chapéu!

De que signo vc é, Aninha? Fiquei pensando nisso ao ler o post. Espírito totalmente aventureiro neh?!

E obrigada pelo comentário lá no blog. Educar é mesmo uma das coisas mais difíceis neh?! Mas tb acredito que estamos no caminho certo!

Beijão, querida!
Uma ótima semana para vcs!
Sairemos de férias agora, e no nosso caso, é puro descanso mesmo, nada de aventuras, hehehehe, mas quando eu voltar eu conto como foi mesmo assim, tah?!
Beijo beijo
Ju

Chris Ferreira disse...

OI Ana,
adroro essas aventuras. Fiz muita trilha, escalada e rappel. Uma sensação de conquista muito boa. Nunca levei as meninas para esse tipo de aventura. O Antonio é menos radical. kkkk.

Nesse post aqui tem euzinha novinha escalando o Pão de Açúcar. http://inventandocomamamae.blogspot.com/2009/08/cariocando-em-tres-fases.html

ô momentos maravilhosos.

Amei a sua aventura.

beijos
Chris
http://iventandocomamamae.blogspot.com/

Muito Criança disse...

Querida que corajosa.
Apesar que quando era mais nova pulei de Bang jump, mas agora acho que fiquei medrosa, depois que tive MC....rs..rs..
Concordo não ter levado o pequeno, vai que dá aquela louca vontade no filhote de aventureiros descer também....kkkkk
Bjs

Aressa disse...

OIe Ana,
Ai que delíca essa sua aventura !!!
As fotos estão ótimas.
Esse tipo de passeio não é para qualquer um mesmo, já começa pelo horário, rsrsr.
Quanto as crianças, acho esse tipo de passeio "pesado" mesmo para eles, pois é muito esforço físico, pela caminhada e pela descida, mas é legal a familiarização, com descidas mais simples, panoramicas.
Quando desci uma cachoeira em Brotas no meu grupo tinha um menino de uns 9 anos ele desceu super bem, o bom de crianças que não tem medo pois eles não tem muita noção do "perigo", ele foi muito melhor que uns marmanjos rsrs.
bjs e boa semana

Ivna Pinna disse...

Ana, que inveja (branca óbviuuu) dessa disposição! Só de ver já me deu um cansaço, mas acredito que vale a pena mesmo, a descida deve ser fantástica!
E não duvido nadinha que o Enzo se apaixone tbm! Já tô esperando os próximos posts dele fazendo rapel! rsrs

Beijos e Boa semana pra vcs!

Paloma Gavazza disse...

Nossa que delícia de passeio!! perfeitooo!! tb já fiz rapel, na chapada diamantina, e olha a sensação é mesmo indescritível! maravilhoso!! Tb não acredito nessa onda de que trilhas e afins não são para crianças! Eu e meu marido levamos meu filho com 11 meses e minha enteada com 9 anos no topo da cachoeira da fumaça! a mais alta do brasil, tem 380m!!!!! todos disseram que a gente era louco, que não ia dar certo, mas com toda a proteção e segurança, foi perfeitoo!!! nunca me esqueço de nenhum momento e as fotos trazem uma emoção, olho sempre rsrsrs! Se vc olhar a fotinha da barra lateral lá no blog, sou eu meu marido e Igor lá no topo, e quem tirou foi minha enteada!!! bjs pra vcs!

Liℓℓi Oℓivєirα disse...

Oi amore.. passei pelo seu cantinho e acabei ficando.. parabens pelo carinho e dedicação!! Estarei sempre por aqui.. e te convido a conhecer o nosso tb.. Bjinhos Lili do Luanzinho
www.lililuanluiz.blogspot.com

Carol Garcia disse...

adoooro ter amiga aventureira!
que divide, ainda por cima.
e faz a gente viajar junto.

bjocas

Miguel...Presente de Deus disse...

Ana como te admiro...muito aventureira tu menina.hehehe
Sabe a única trilha que fiz e adorei foi da Pedra Bonita aqui no Rio, foi muito bom e o detalhe curioso é que sofro de asma e na época as crises eram mais constantes,mas fui e parei umas 3 vezes para tomar bombinha.hehehe Mas cheguei lá em cima e a vista é recompensadora, valeu muito o esforço.
Mas descer de rapel não tenho coragem.rsrs

Bjokas

Carla e Miguel

Cristiane disse...

Muito bom visitei gostei e voltarei!!!!! Cris
http://olhopreguicoso.blogspot.com/

Danielle Cardão disse...

Oi, Ana ótima dica pena que Leonardo não seja muito de fazer esse tipo de passeio. Mas fica uma dica pra quando Daniel crescer mais pois ele é bem aventureiro.

Bjssssssssss, Dani.

Georgia disse...

Isso é que é mulher aventureira hahahahaha
Boa semana aí pra vcs, bjus!

Georgia disse...

Isso é que é mulher aventureira hahahahaha
Boa semana aí pra vcs, bjus!

Marcia disse...

Olaaaa!

Que delicia isso, hein?

Maravilhaaa... Me realizei na sua aventura, altura é meu enrosco, rs, lindo demais tudo isso. Te admiro amiga!

Beijo no coração.

Marcia

Nine disse...

Ai que delícia! Tenho um medo que me pelo de rapel, escalada e demais esportes de altura, hehe, mas imagino que deve ser bem legal (para quem gosta, claro, hahahaha)

Beijos,
Nine

Mãe ComCiência disse...

legal demaaaaaiisss, amo trilhas mas ainda não me aventurei no rappel, mas para quem curte deixo a sugestão de visitar a Chapada Diamantina aqui na Bahia, tem uns picos incríveis, sua família vai curtir, tenho certeza.... bjããooO

Laiz disse...

SUPER CORAJOSA!!!! Tenho medo... mas o maridão vive tentando me convencer... mas minhas aventuras ficam em terra firme mesmo,no mar eu também topo, mas no ar me dá um frio na barriga!!!! Mas imagino que seja uma sensação deliciosa após a superação do medo. Bjinhosssssssssss

Keliane disse...

Ai que corajosa meu Deus!
Sou sua fã viu. das minhas filhas só uma teria coragem de se aventurar nesse rappel pra crianças, a mais velha é medrosa que só vendo.
bjus

Mi Satake disse...

Aninha q aventura hein!
Q delicia!

E o melhor põe cada detalhe aqui nesse blog maaaaaaaara, pra gente ver e aprender tanta coisa legal com teus passeios.

Um bom dia das criaças pra vcs!
Mi

Dany, Danielle disse...

Nossa que aventura!!!
Adorei

Beijos e ótima quinta-feira.
Dany, Danielle
www.danydanielle.blogspot.com

Ioly a dona do verdades... disse...

Vc é realmente muito corajosa.
Linda vista, muita adrenalina.
bju

Micheli disse...

Que aventura maravilhosa, Ana!
Eu já fiz rapel, mas não sou assim tão corajosa, não, rs. Mas que é uma sensação ótima, isso é!
Marido adora, fez muito mais que eu quanto era solteiro.
Beijos.

Lilian Amorim disse...

Flor, estava com saudades de suas aventuras :)
Ah, se você conhecesse minha cunhada baiana, vocês poderiam dar as mãos e fazer altos passeios juntas, pular de paraquedas e tudo mais kkkkkkkk
Eu não tenho coragem nenhuma de fazer esses passeios radicais, mas admiro quem tem.
Prefiro curtir mesmo pelas fotos que aliás ficaram maravilhosas :)
Beijinhos